Depressão e ansiedade são sinais de luta, não de fraqueza



Os problemas emocionais não são uma escolha, ninguém deseja atravessar uma depressão e nem passar por situações de ansiedade. Eles simplesmente podem surgir, após um período de acúmulo de situações e circunstâncias em nossas vidas.


Existe uma falsa crença de que depressão e ansiedade são sinais de fraqueza e incapacidade diante da vida. Mas não, uma pessoa com ansiedade, depressão ou com sintomas mistos NÃO está louca ou tem uma personalidade fraca ou inferior aos outros.


É triste é esgotador lutar contra isso, mas é uma realidade social que devemos enfrentar e não podemos ignorar. Assim, apesar dos avanços da ciência, o inconsciente moderno que envolve nossa sociedade ainda pensa que os problemas emocionais e psicológicos são sinônimos de fraqueza e vulnerabilidade.


Por isso, dado que a depressão e a ansiedade não são contempladas como feridas que devem ser tratadas e merecem atenção, é comum ouvir conselhos do tipo: "relaxe", "não é pra tanto", "vá fazer alguma coisa que passa", "você tem saúde, não tem razão para ficar triste", "pare de frescura", "comece a amadurecer".


Assim, da mesma forma que não devemos ignorar uma dor no estômago ou uma enxaqueca, não devemos ignorar as dores e sintomas emocionais. Não devemos esperar que elas se curem sozinhas, é preciso ajuda profissional.


No caso da dor emocional, precisamos de um psicólogo que nos proporcione estratégias para fazer frente à dor emocional, além de termos um espaço de escuta só nosso e em um ambiente neutro.


Ter problemas emocionais não é uma escolha, a pessoa não acorda dizendo: "quero me sentir mal hoje". Não é assim que funciona e isso pode acontecer com qualquer um de nós, assim como as dores físicas.


Preste mais atenção aos seus sintomas, não os subestime, se conheça melhor, procure ajuda, busque conhecimento e não julgue ninguém e muito menos seus sentimentos e emoções.


Fonte: Blog o Corpo Humano.



Posts Recentes
Arquivo